A Mulher do Taxi

A Mulher do Taxi

Uma mulher chamada Diely, uma vez no seu aniversario, quis ir passear de táxi pelas ruas de São Paulo, mas uma tragédia, carro bateu e ela faleceu ali. Muitos anos depois, exatamente há 20 anos ela apareceu linda, com um vestido branco perfeito, toda maquiada, lá pelas 18:00, pegou um táxi, e falou para o motorista: -OI, abra a porta para mim porque eu não posso tocar na maçaneta! O motorista pegou e abiu a porta e ela falaram: -Me leve a todos os lugares mais lindos de São Paulo! O motorista levou. A cada vez que ela descia do carro pedia para o motorista abrir e fechar a porta, o motorista sempre perguntava e ela sempre respondia: -Não posso tocar na maçaneta!-Não posso tocar na maçaneta! Chegou uma hora da manha e ela me largue ai nessa esquina. Ai o motorista falou: -Moça, me pague! -Ah! Moço amanha bem cedinho você vá ate a minha casa e eu te pago! -mas moça eu rodei com você a noite inteira, o mínimo que você poderia fazer por mim é me pagar! -vá ate esse endereço, anote: Rua 25 de Março, 154! -tá bom moça! No outro dia o motorista foi até lá, e bateu na porta. Uma velhinha atendeu: -Ola, o que você deseja? -Ah eu vim cobrar uma bela moça que andou comigo de táxi ontem de noite!Senhora, é aquela lá do quadro! A senhora começou a chorar: -mas aquela é a minha filha que faleceu no seu aniversario andando de táxi! O motorista olhou p/ o quadro e viu que ele piscou para ele. -Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!Adeus senhora!